I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
15.5.10

tolerancia.jpg

Um mundo onde não ouvissem nada. Terrível, não é?

 

Imaginem que não ouvem a vossa mãe a chamar-vos no finaldo dia. Não conhecem o som doce da voz da vossa mãe. O som mais terno que foi inventado. Terrível não é?

 

Imaginem o que é ouvir um jogo de futebol, ser golo no último minuto e não ouvirem os festejos, não partilharem o som da alegria colectiva. Terrível não é?

 

Imaginem que não ouvem a vossa música preferida, se é que conhecessem o termo música. Terrível não é?

 

E imaginem que um dia serão vocês mesmos, mães, pais, e nunca ouvirão o vosso filho dizer "mãe",  "pai" ,contar-vos o seu dia, as suas glórias. Nunca o ouvirão chorar, cantar, rir. Não é terrível. não existe palavra que descreva. Assim imagino.

 

Não consigo imaginar um mundo onde não ouvisse nada que não fosse o som dos meus pensamentos. Se som poderia chamar ao que não conhecia. Não me imagino sem sons, melodias, música, vozes, gritos, barulhos. Ruído. Algo que seja, que me ligue ao mundo e aos outros. É difícil imaginar um mundo que não conhecemos nem queremos conhecer. Pois mostremos, por vezes, mais tolerância àqueles que vivem num mundo diferente do nosso.

link do post Eu e o meu Ego, às 19:32  comentar

 
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14

16
22

23
28
29



blogs SAPO