I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
5.5.10
house.jpg


Eu acho agradável. Por vezes um pouco sozinho, mas não me queixo. No verão dou festas no meu front porch sempre com música muito agradável e bebida de acordo com os compinchas que me fazem companhia.
link do post Eu e o meu Ego, às 14:51  ver comentários (9) comentar

vespa.jpg


Há pessoal que faz listas de "things to Buy". A minha é muito simples. Não é, no entanto de "to buy". É simplesmente querer.

Quero uma destas aí de cima e utilizar como meio de transporte para o trabalho e para uma dessas quaisquer praias. E lá vou eu contente e feliz da vida a ouvir musiquinha com os meus Wayfarer. Ok, a parte dos óculos, à laiva de já poder irritar, podem ficar de lado. Mas da minha "amiga vespinha" é que não abdico.

Obrigado e boa tarde.
link do post Eu e o meu Ego, às 14:02  comentar

olhos de mongol.jpg

luna negra.jpg


A ouvir em repeat sem descanso no Ipod

(um dia, e a respeito do posto do meu atraso, cheguei atrasado porque voltei para trás uma vez que me tinha esquecido dos phones)
link do post Eu e o meu Ego, às 13:56  comentar

singer.jpg


Detesto crescer. Não é tanto fazer anos - mera coincidência estar a duas semanas dos 28 - mas crescer, perder, ou supostamente perder, ou, ainda, ser como que obrigatório perder a ingenuidade de quando somos mais novos. Deixar de poder simplesmente de jogar à bola na rua simplesmente porque me apetece - ainda hoje, na minha rua, se os miúdos estiverem a jogar fico a vê-los com pena de não me juntar - ou de andar de bicicleta pela rua feito louco. Tenho pena. Detesto crescer.

Mas é inevitável. Claro que há as coisas boas. Mas, há sempre um mas. Cresci, continuo, tirei o meu curso e faço aquilo que, felizmente, gosto depois de ter experimentado outras coisas. Uso fato todos os dias. Símbolo, para mim de ter chegado, efectivamente, à "adultidade". Então agarro-me a tudo o que posso. Não faço a barba. Aparo-a. Apesar de usar fato, e até gosto de um bom fatinho, uso um relógio digital, sendo que acho que me dá um ar cool mas no fundo devo ficar totó. Não uso mocassins porque me faz lembrar sapatos à pai. Oiço música que mais ninguém ouve, aqui no local de labuta entenda-se. Se for necessário tiro dias de férias para ir aos festivais quando toda a gente, aqui no local de labuta, tira férias para destinos paradisíacos com praia e afins.

Enfim, nostalgia é uma coisa lixada.
link do post Eu e o meu Ego, às 10:12  ver comentários (2) comentar

late.jpg


Pois, hoje cheguei atrasado. Nada de mais, não acontece assim com frequência. Não me digam nunca chegaram um pouco depois da hora.

Mas a questão é a razão pela qual cheguei atrasado e, ao que tudo indica, deu azo a gargalhadas aqui no local de labuta bem como acharem que estava a mentir - dizem, que como sou jurista, é a minha função. Vamos lá então: o portão de casa não abria. Avariou-se. E a minha reacção, à pacóvio mesmo, foi sair do carro e apontar directamente o comando para o dispositivo. Nada. Fui buscar outro comando. Nada. Bem, restava a chave para desbloquear a coisa. Mas onde andava ela? Um bom bocado até dar com a dita.

Até aqui tudo normal, são coisas que acontecem, e de facto aconteceu. Todavia decidi expor que já me tinha acontecido uma vez. E dessa outra vez, o portão avariou devido a uma lesma electrocutada. Verdade verdadinha.

Pronto, foi isso.
link do post Eu e o meu Ego, às 09:57  comentar

 
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14

16
22

23
28
29



subscrever feeds
blogs SAPO