I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
9.6.10
gold.bmp


Fodasse.

O bom, diziam-me, de trabalhar numa empresa com horários é que eles existem. É, existem uma merda. Provavelmente ainda aqui vou ficar um bom bocado, horas entenda-se, numa véspera de feriado.

Somos uns quantos aqui. Mas olho para o lado e apenas estamos 3. Sendo que há dois que estão ali enfiados na copa. A fazer? Não faço puto de ideia, mas ao menos que se estejam a comer, sempre tem piada se daqui a pouco lá for buscar o meu copinho com água e os apanhar com as calças na mão.

Adeus
link do post Eu e o meu Ego, às 18:19  ver comentários (2) comentar

benjaminbuttonpic20.jpg


Não adorei o filme. Foi um filme simpático, mas quem nunca quis ter na sua vidinha uma cena destas? Assim, vindo do nada, a parede como suporte?
link do post Eu e o meu Ego, às 17:43  comentar

ari.jpg


Acreditem - ainda insisto em escrever no plural quando apenas me lêem meia dúzia de pessoas (cá tantas!!) - adiante, acreditem que estive vai não vai para escrever este post. Estive vai não vai, após decidir por escrever, como o iria iniciar. A melhor forma que encontrei foi esta. Dando conta da minha dificuldade (indecisão para ser mais correcto) a fazer nascer o dito coiso. Mas vamos lá ao cerne da coisa: ontem fui ao médico.

Ontem devido a, chamemos-lhes coisas, decidi usufruir pela primeira vez do sistema do qual sou beneficiário devido à minha entidade empregadora e fui ao SAMS. Marquei consulta, consegui para o próprio dia, fantástico, senha 1, continua fantástico, para as 16h30, melhor ainda pois não implica faltar metade do dia ao trabalho.

Chegando lá foi prontamente atendido para a minha consultinha de clínica geral. Mal disse ao que ia do outro lado choveram gritos. Má educação e histeria. Todo o fantabulástico caiu por terra. Ao que parece não tinha nada que ir a uma consulta de clínica geral mas sim a uma de especialidade ou às urgência, devia ter um médico que me seguisse e o diabo a sete.

Uma coisa que não percebi, primeira vez que lá vou e tenho de ter um médico que me segue? Como é que faço isso? Antes de marcar consulta vou para a porta do centro clínico gritar que gostava de ter uma consulta e gostava de ter um médico com bom coração que se voluntariasse para me seguir? E seguir o quê? Como é que sei a especialidade a ir se não sei se: a) o que tenho, b) se tenho alguma coisa. Urgências? Mas não estou a morrer, não tenho dores crónicas, vou lá fazer o quê? Tirar o lugar a quem precisa e ocupar o tempo desnecessariamente a um qualquer pobre coitado?

E eu que so pretendia fazer análises para fazer o meu check-up anual...
link do post Eu e o meu Ego, às 17:19  comentar

 
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9


22
23
24
25
26

27
28
29
30


subscrever feeds
blogs SAPO