I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
19.4.10
Ainda me lembro quando decidi que queria ser advogado. Estava no quinto ano e na minha turma despontou um briga entre uma prima minha e um amigo meu. Ela acusava-o de qualquer coisa. Não me recordo sobre o quê. Sei que era injusto porque não era verdade. Decidi intervir e defendi-o. A minha professora estava a acreditar na minha prima, mas eu consegui fazer com que acreditasse no meu colega. Não sei se pelos meus dotes de orador e consequentes argumentos, se da minha convicção, se do facto de ela ser minha prima e portanto ser, à primeira vista, imparcial ou se porque a verdade vem sempre ao de cima. A partir daquele dia quis ser advogado. Defender os inocentes, estar do lado da justiça e mudar o mundo.

Durante todo o meu percurso académico, até à faculdade, nunca tive dúvidas, nunca questionei o que queria ser ou que faculdade ir - aqui minto, quis ir para Coimbra, sempre achei que era o "berço", mas à última decidi ficar por Lisboa e optei pela Católica, fui lá fazer os testes de admissão e encantei-me com aquilo. Bem adiante.

Fiz o curso com a calma e naturalidade de quem sabia que era aquilo que tinha de fazer. Tudo corria bem. Alguns colegas pensavam qual das opções do curso iriam optar - ainda que em bom rigor todas apontassem para o estágio - e eu nunca me questionei. Acabei o curso e lá fui eu para o estágio...
link do post Eu e o meu Ego, às 14:11  comentar

 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

17

20
21
24

25
27
28
30


blogs SAPO