I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
29.4.10
dostoievski.jpg


Por razões que não importa aqui referir, tenho-me deslocado para o meu local de trabalho no comboio. E aproveitando o tempo que tinha em mãos desenvolvi algumas teorias. Uma delas, e que agora partilho com a grande janela que é a web, é que miúdas giras não andam de transportes públicos.

Mas, não há bela sem senão. Ou melhor, não há regra sem excepção. E hoje fui fuzilado pela excepção. Apanhado de surpresa.

Uma rapariga com um ligeiro ar blasé, envergando um túnica branca sob umas leggings pretas, sentou-se alegremente à minha frente. Além do seu aspecto calmo e cativante, chamou-me igualmente à atenção que lia "Crime e castigo" de Dostoiévski. Achei o máximo. Porque contrariou de uma só assentada a minha teoria de que além de não haver miúdas giras nos transportes públicos, tudo o que lêem, simples constatação de facto, é Paulo Coelho e vampirices.

É tudo.
link do post Eu e o meu Ego, às 11:21  comentar

De Pipoca Dos Saltos Altos a 4 de Maio de 2010 às 10:31
Eu costumo dizer isso mas em relação aos rapazes...é raro ver um homem bonito em transportes públicos. Crime e Castigo, já li três vezes.
Beijos

De Eu e o meu Ego a 4 de Maio de 2010 às 22:24
Uma miséria isto de "lavar as vistas" no comboio. Mas pelos vistos é mal para os dois lados, pelo que me contas.

E sim, o livro é muito bom. Afinal, aquele senhor sabia escrever.

 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

17

20
21
24

25
27
28
30


blogs SAPO