I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
21.1.10


As canções substituem-se umas às outras.” B Fachada

A mais pura das verdades. As canções são músicas que consumimos em impulsos apaixonados, ardentes e vigorosos. Com o tempo a coisa esmorece. Esgotamos a música. Esgotamos o seu tempo de vida.

Viverão, algumas, na memória de terem sido aquela música. E quando a ouvimos mais tarde, dizemos:

 - esta música é muito boa.

É, mas já foi. Já não faz parte da nossa playlist actual. Faz parte da nossa playlist marcada por memórias, que mais não são, no caso, sons, letras e melodias.

Impossível não recordar como algumas das melhores músicas são feitas, traduzida na frase someone gets his heart broken, and you got a new favorite song.

Mas a realidade, é que consumimos canções atrás das outras. Cada uma substituindo a anterior. Alias, é a procura do artista em cada vez fazer melhor, a música perfeita que nos vai fazendo preferir umas atrás de outras.

Acontece que a música perfeita nunca existirá. E é esta busca interminável que nós, também ouvintes, procuramos. Sabendo que nunca alcançaremos a mítica marca da perfeição. E isso, é simplesmente perfeito.



link do post Eu e o meu Ego, às 18:35  comentar

 
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


blogs SAPO