I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
6.5.10
dylan.jpg


Uma trunfa enorme. Desgrenhada. Abundante. Assim é o alto da minha pinha, ou seja o meu cabelo. É farto e forte. E já necessita de um corte. A isto se junta, por mera coincidência a conversa matinal com um amigo meu enquanto tomávamos o café diário antes da labuta.

Contava-me esse amigo que também ele tinha de cortar o cabelo. Dizia ele que tinha de marcar a ida a um cabeleireiro/barbeiro. Parece que ele gosta de ir a sítios onde não só corta o cabelo como, ao que parece, lhe fazem uma massagem. Óptimo. Fico contente por ele. Sucede que eu sou mais adepto do DIY. Sou eu que me ocupo dessas matérias, e corto o meu próprio cabelo. E não, não me limito a passar a máquina pela pinha.

A coisa é feita com cuidado, tesoura e máquina. Se fica desigual? As vezes, mas não me importo e até gosto. Já sou de direito para andar sempre direitinho (ok, piadola muito fraquinha....)
link do post Eu e o meu Ego, às 14:51  comentar

De obomsacana@gmail.com a 6 de Maio de 2010 às 19:32
DIY hard?



(não resisti; nós não temos emenda)

De Eu e o meu Ego a 6 de Maio de 2010 às 20:18
Sim, estava a merecer.

 
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14

16
22

23
28
29



blogs SAPO