I wish I were a Warhol silk screen hanging on the wall. Or little Joe or maybe Lou. I'd love to be them all. All New York's broken hearts and secrets would be mine. I'd put you on a movie reel, and that would be just fine. Ian Curtis
30.9.08


Imaginem, em pleno tsunami na Tailândia, as oito da noite o responsável máximo abre o telejornal fazendo um comunicado nacional. Passa a seguinte mensagem:

runnin through the monsoon

Sim eu sei, hei-de arder no inferno. Obrigado e boa noite.
link do post Eu e o meu Ego, às 20:57  comentar

Não sei se alguém tem problemas com decisões, mas eu tenho. Vá, não como se tivesse medinho, apenas há umas que custam mais. Principalmente aquelas em que temos que arriscar o que já é incerto por algo ainda mais incerto.

Dirão alguns:

- Então, mas assim ainda é mais fácil. Se não tens nada podes sempre trocar por outro nada!”

Pois, mas não é bem assim. Agora ainda tenho algo. Tenho um escritório onde trabalho, apesar de ser mal remunerado, se é que se pode chamar remuneração, e onde vou aprendendo, muito à custa do meu trabalho e esforço. E este é o conforto actual. Arriscar tudo isto por nada, parece-me a mim uma decisão um pouco difícil. Até porque é largar por continuar a minha formação numa pós e cursos de línguas enquanto procuro outro local de labuta.

Não é fácil não. Pelo menos para mim.
link do post Eu e o meu Ego, às 11:41  ver comentários (1) comentar

Já tinha dito por aí que no local de labuta são apenas pessoas do sexo feminino que trabalham comigo.

Novidade: chegou mais uma!

Outra novidade: vai chegar mais outra para a semana!

Ena que tão contente eu estou. Ok, vamos lá a esclarecer, mais uma vez as coisas. Eu gosto de mulheres. E até simpatizo com as minhas colegas. Ouso mesmo dizer que há pelo menos duas que acho que são minhas amigas. O que é complicado, mas COMPLICADO é trabalhar única e exclusivamente com mulheres. È atrofiante.

Mas não é isso que me leva a expor mais uma vez a situação vivida no local de labuta. Houve umas semanas que andei constipado. Não tinha capacidade olfactiva, no fundo. Ora ontem a coisa “desentupiu-se” e recuperei o meu olfacto e… A nova colega cheira mal.

Pois é. Um cheiro estranho. A Bafio ou algo do género, não faço ideia. Sei que a coisa se vai introduzindo nas nossas narinas muito calmamente, vai chegando ao cérebro e quando damos por nós a cabeça lateja com dores. È que o raio do cheiro não é muito forte. Mas que é poderoso, lá isso é.


A que entra para a semana por mim até pode usar Chanel n.º 5, que sempre é melhor.
link do post Eu e o meu Ego, às 11:41  comentar

 
Setembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
18
19
20

22
23
27

28


subscrever feeds
blogs SAPO